Bacafá

Bacafá

segunda-feira, 1 de março de 2010

Livros de luto.

Morreu neste domingo o bibliófilo José Mindlin, aos 95 anos, por falência múltipla de órgãos.

Ocupante da cadeira n. 29 da Academia Brasileira de Letras, Mindlin, também advogado e empresário, foi dono de uma das mais importantes bibliotecas privadas do país, que doou em 2006, com cerca de 45 mil volumes, entre coleções e folhetos, para biblioteca da USP (cuja coleção começou aos 13 anos de idade).

Uma de suas frases mais conhecidas é "a gente passa, os livros ficam".

Os livros ficam de luto, os homens também. Mas que sua história sirva de inspiração para boas leituras.

(foto do Último Segundo - www.ultimosegundo.ig.com.br)

2 comentários:

Janaína Elias Chiaradia disse...

Vale a pena conferir a biblioteca virtual de literatura inspirada na coleção de livros raros de Mindlin.
A biblio só disponibiliza obras completas, em português e cujo autor tenha falecido há mais de 70 anos, conforme determina a Lei de Domínio Público.
http://www.biblio.com.br/

Raphael Rocha Lopes disse...

Muito boa dica... obrigado.