Bacafá

Bacafá

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Contos de quinta: Dia de sol.

Dia de sol.

O dia estava excepcionalmente bonito. Céu azul, nenhuma nuvem a vista, sol brilhando, uma levíssima brisa, as folhas mais verdes do que nunca, os pássaros nas árvores fazendo suas festas. Típico dia de primavera.

Ele pegou sua bicicleta, que limpou e ajustou a tarde anterior inteira, e foi dar sua volta matinal de domingo. Cumprimentou os vizinhos, desviou das crianças, fugiu dos cachorros. Sorriu. Pedalou sem destino até cansar. Parou, tirou seu capacete, sentou na areia da praia. Ficou olhando as ondas e ouvindo o barulho do mar durante horas. Não sentiu fome, não sentiu sede, não sentiu sono. Sonhou, apenas. Acordado. E sentiu vontade de entrar na água. Não entrou. Continuou fitando o horizonte, apenas.

Levantou-se, pegou sua bicicleta e voltou andando. Encontrou, no caminho, uma amiga que em outros tempos despertava seus instintos mais obcenos. Ela continuava linda e tentadora. Relembrou dos velhos tempos. Conversaram muito. Ela se despediu hesitante, praticamente pedindo com os olhos que a conversa continuasse em algum lugar mais íntimo. Ele se fez de desentendido, beijou-a no canto da boca e seguiu com sua bicicleta.

Ficou imaginando sua amiga. De lingerie, na penumbra, nua, na cama. Idealizou tudo o que gostaria de fazer com ela, o quanto não dormiriam aquela noite, o quanto desabariam exaustos pela manhã. Fantasiou o café da manhã que prepararia para ela no meio da tarde. As frutas, os sucos, os pães, os doces, os beijos. Projetou a vida mais colorida que teria daquele dia em diante com as noites acordadas ao lado dela. Criou em sua mente todos os diálogos necessários para um início de relacionamento arrebatador e sem escapatória. Alentou sentimentos profundos. Sonhou com a mulher dos seus sonhos.

Esqueceu de olhar o semáforo. Morreu atropelado por um caminhão na esquina de casa.

3 comentários:

A Mina do cara! disse...

viajou antes da viagem propriamente dita...

"Eu"... rs disse...

É por isso que digo que não se deve reprimir os desejos... a vida pode acabar derepente sem termos uma nova chance de realizá-los...!

Portanto... que tal realizar antes de morrer atropelado???? kkkk

Anônimo disse...

kkkk to rindo ate agora!
quem mando ficar sonhando acordado!
^^