Bacafá

Bacafá

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Números da enchente - ATUALIZADO em 29.11 às 19:15

Fotos do deslizamento ocorrido no bairro Barra do Rio Cerro em Jaraguá do Sul, de onde foram retirados nove corpos e uma pessoa com vida (recebidas por email há instantes):







No total já morreram, até agora, em Jaraguá do Sul, 13 pessoas.

A mobilização na cidade, entretanto, foi exemplar, tanto das pessoas individualmente quanto das empresas. Quem não pôde colaborar com bens, está trabalhando na Central de Atendimento, dando seu esforço em nome da nobre causa. A solidariedade foi e está sendo muito importante, eis que muita coisa ainda há a se fazer.

Há que se ressaltar, contudo, a existência de muitas áreas de risco, com inúmeras pessoas desalojadas (que saíram de casa, mas estão nas casas de parentes ou conhecidos) e desabrigadas (que estão em alojamentos públicos). A chuva, aqui, diminuiu, mas os terrenos estão ainda extremamente molhados, razão das preocupações, sem contar que há notícia de chuvas mais fortes para as próximas horas.

Nas outras cidades a situação também é crítica, em especial em Blumenau, Itajaí e, agora, Ilhota com a destruição completa do Morro do Baú. Para quem viu na TV as imagens são aterradoras.

A última contabilização da Defesa Civil do Estado aponta 11o mortos e quase 79.000 desabrigados ou desalojados. Há cerca de 20 pessoas desaparecidas no Estado.

VITIMAS FATAIS:
Brusque: 01
Gaspar: 15
Blumenau: 24
Jaragua do Sul: 13
Pomerode: 01
Bom Jardim da Serra: 01
Luís Alves: 06
Rancho Queimados: 02
Ilhota: 37
Benedito Novo: 02
Rodeio: 04
Itajaí: 02
São Pedro de Alcântara: 01
Florianópolis: 01
T O T A L: 110


Fonte: Defesa Civil de Santa Catarina - http://www.defesacivil.sc.gov.br/ e http://www.desastre.sc.gov.br/

No seguinte endereço há uma entrevista com o Governador do Estado com mais imagens impressionantes: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2008/11/25/ult5772u1722.jhtm

3 comentários:

Klaus Franzner disse...

Sou morador do prédio da frente dos acontecimentos e parente das vitimas.

Foram momentos aterrorizantes que passei em minha vida.

Minha familia perdeu muita coisa.


*Tenho fotos exclusivas Raphael, assim que normalizar, estarei lhe enviando.

Além das pessoas evacuarem suas casas que estão em areas de riscos, encontramos tambem, aqueles que saem de casa sem correr risco, e acabam tendo objetos/móveis furtados, até mesmo pelos vizinhos.

Klaus Franzner disse...

Há jornais comentando que existia um albergue e que provavelmente estariam pessoas soterradas.
No entanto, este terreno sempre foi de propriedade do meu avô, e posso afirmar com absoluta certeza que não existia nenhuma construção que estava alugada para albergue.

Tati C. Wachholz disse...

É muito triste vermos tanta destruição e perdas como as que aconteceram. Mas o mais triste, é escutar das pessoas que estão se doando e ajudando estas famílias atingidas, que existem aqueles que vão os procurar, mesmo não sendo pessoas afetadas por estas trajédias..pessoas não necessitadas pedindo geladeira nova...roupa nova...É desanimador saber que ainda existem pessoas assim...