Bacafá

Bacafá

sábado, 6 de junho de 2009

Correspondente internacional.

Diretamente de Itália.

No post abaixo começou a participação de Elton Deretti, grande amigo aqui de Jaraguá do Sul, grande artilheiro (modéstia à parte, quando essa dupla de ataque está inspirada, não tem time adversário!!), que aceitou o meu convite para trazer sua experiência diretamente do Velho Mundo.

Nada mais adequado, considerando que ontem participei do jantar especial no Circolo Trentino Italiano de Jaraguá do Sul, onde uma das famílias homenageadas foi a do meu sócio Fernando Luís Buzarello (ou Busarello). A outra família local homenageada foi a Mengarda. Muito bonita a história de ambas as famílias e muito bem feito o trabalho de recuperação de material e imagens que foram divulgados no evento, em grande telão. As fotos antigas foram sensacionais.

De todo modo, seja bem-vindo, Elton e posso dizer que o primeiro texto ficou muito bom e divertido! Continue nos contando como é a vida de um brazuca por aí.

Um comentário:

Agostinho Lopes disse...

Caro Raphael!

Eu sou economista por formação, mas sou daqueles que afirmo que "todo brasileiro é economista por inspiração". De fato, para se viver aqui, especialmente em tempos não tão remotos, sempre foi necessário usar os conhecimentos intuitivos da Economia.

Portanto, sua avaliação está corretíssima: vale para o dinheiro a adaptação da famosa "Lei de Lavoisier": "dinheiro não desaparece. Apenas muda de dono".

Quanto ao seu "correspondente internacional", senti-me, mais uma vez, na velha Itália, país do qual gosto muito e onde já estive por 4 vezes, pelos seguintes motivos:

1) Ele fez uma descrição perfeita do que, de fato, acontece lá. Quanto as sacolas de supermercado, que lá eles chamam de "busta", têm que ser pagas por fora;

2) Conheço Trento e tenho amigos lá. Uma parte de mim tem muito à ver com aquela província italiana.

Parabéns pela idéia!

Abraço!