Bacafá

Bacafá

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Vereador do absurdo.

Vejam o que li no Jornal A Notícia (a discussão era sobre a flexibilização do uso de carro oficial pelos vereadores de Joinville - SC):

"Acho justo. Somos vereadores 24 horas por dia. Mas se o povo acha tão ruim vereador ter carro, poderiam tirar o meu. Mas daí vou ficar em casa e não fiscalizo mais nada. Só espero o final do mês para ganhar meu dinheiro." Juarez Pereira, líder da bancada do PPS.

Arrogante e petulante. Só isso me passa pela cabeça agora. Espero que o "povo" ache ruim a ponto de não reelegê-lo para mais nada. Assim, ele pode ficar em casa sem se preocupar com a vida em sociedade.

Cada dia penso mais que vereador não deveria receber salário.

3 comentários:

Darwinn Harnack disse...

Raphael, há muito tempo que defendo que a função de vereador deveria ser exercida VOLUNTARIAMENTE, pois não impede o exercício de outra função profissional.

Já escrevi isso no meu blog.

Aí sim veríamos quem mesmo "ama a sua cidade e o seu povo"! Quem de fato atuaria por amor a comunidade e pelo desejo puro de ver um mundo melhor.

Diminuiria o sensivelmente número de interesseiros, mesquinhos e grosseiros que desejam apenas auferir vantagens pessoais.

Deveriamos preparar uma campanha para a próxima eleição municipal. O projeto vereador voluntário!

Agostinho Lopes disse...

Concordo com esse posicionamento, que também é meu já de algum tempo. Defendo ainda que os funcionários dos gabinetes, sejam funcionários concursados da casa legislativa e em número máximo de 5 por vereador e que recebam apenas uma ajuda de custo de, no máximo, 5 salários-mínimos. Queria ver, à partir daí, quem seriam os "abnegados" a se candidatarem a tais cargos.

TARDE disse...

pois eu acho o próprio cargo de vereATOR desnecessário... Conselhos distritais, ou de bairros dão cabo perfeitamente dos assuntos e das necessidades. Vereador não serve pra nada a não ser clientelismos.