Bacafá

Bacafá

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Pergunta do dia.

O que é considerado honesto e virtuoso pela sociedade pode ser considerado anti-ético ou imoral pela consciência individual?

17 comentários:

Elis disse...

Ao meu ver sim, usando o raciocínio da aula no exemplo da pirataria, é comum a venda e compra de cd's "piratas", a sociedade não repreende ninguém por isso, e quem não compra por achar anti-ético é a minoria.

Lucivane Lopes disse...

No meu ponto de vista sim. O que é certo para a sociedade pode não ser certo para um indivíduo. A liberação da maconha, por exemplo. A maioria da sociedade julga correto o nosso ordenamento jurídico proibir o uso da maconha. Porém, muitos indivíduos defendem que seja liberado, pois, para esses indivíduos, se ocorrer à liberação da maconha no Brasil, haverá benefícios, uma vez que foi comprovado que ela ajuda em tratamentos de algumas doenças.

Daniella Ristow disse...

Sim, o ser humano tem a necessidade de viver em sociedade, seguindo um conjunto de princípios morais, que são destinados a orientação humana para uma sociedade mais justa e igualitária, mas cada indivíduo possui convicções do que julga certo ou errado.

Mateus S. Pires disse...

Hoje nos encontramos em uma sociedade que cultua a "lei do mais esperto", que faz que esqueçamos o que realmente é o certo ou moralmente correto. Dessa forma, a nossa consciência individual pode considerar anti-ético alguma atitude virtuosa e honesta imposta pela sociedade. Cada ser humano tem seus próprios princípios.

Aline disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline disse...

Acredito que sim. Mesmo porque, se a sociedade toda concordasse com todas as coisas, não haveria crime, crueldade, violência etc. Cada pessoa tem a sua verdade, sua crença e, nesse sentido, sua opinião do que é moral ou ético (talvez nem tanto a ética, pois é algo a ser julgado pela sociedade, muito mais coletivo que individual).
Por mais que a maioria das pessoas tenha a mesma opinião em relação às coisas morais e éticas, sempre existe aquele que pensa de forma diferente.
Confesso que quando li a "pergunta do dia", o que me veio à mente foi o NAZISMO.
Acredito que, para a maioria das pessoas, a idéia de eliminar todas as pessoas que não fossem "puras", no sentido "raça", é no mínimo, desprezível. Entretanto, para quem era seguidor dessa "religião", o pensamento era exatamente o oposto disso. Eles acreditavam piamente que estavam "purificando" o mundo.
Cada pessoa tem suas próprias convicções e opiniões, por mais que não expressem, é algo individual, não coletivo e absoluto.
Porém, acredito que todos nós temos o sentimento do certo e o errado (consciência). Por mais que acreditemos que esteja certo, setimos o que está errado. Mas depois de algum tempo ignorando esse sentimento, a pessoa realmente pára de sentir, por isso existem coisas absurdamente ruins.

Fernanda disse...

Sim, afinal as pessoas têm opiniões diferentes, acreditam em coisas diferentes uma das outras, consequentemente, oque é moral p um é imoral para o outro, oque é ético para um, não é para o outro. Certas coisas que a sociedade impõe como moral, para algumas pessoas (justamente por causa de suas crenças, etc) não julgam como moral.

daniele disse...

Sim, pois nossa essência advém da nossa experiência de vida, ou seja, o que pensamos e acreditamos esta fundamentado em nossa origem, mais especificamente nossa família, amigos e conhecidos. Se formos criados acreditando que determinada conduta é boa e virtuosa, no nosso íntimo, acreditamos que aquela conduta o é. O que acreditamos vem da nossa formação e do meio social, onde tivemos nossa personalidade moldada. Cada família, cada localidade, tem sua cultura e suas crenças. Roubar dos ricos para doar aos pobres, pode ser bom e virtuoso para uns, e uma conduta imoral para outros, tudo vai depender do meio em que convivemos e em que acreditamos.

Clarisse disse...

A sociedade cria conceitos para o que é honesto e virtuoso, e geralmente esses conceitos são aceitos pela maioria, mas cada individuo tem a sua opinião que pode não ser compartilhada por todos. O que para alguns é honesto, ético, virtuoso poderá para uma pessoa não ser de acordo com sua consciência seus valores e seus ideais...

Karine Odorizzi disse...

Honestidade e virtuosidade para a sociedade geralmente tem um conceito comum entre a maioria dos indivíduos, porém pode sofrer algumas variações, pequenas ou grandes dependendo de pessoa para pessoa.
Do ponto de vista ético, seria basicamente o mesmo conceito, uma vez que a ética não é um pensamento isolado e sim um estudo da própria moral.
Já do ponto de vista moral, cada valor pode ser completamente diferente de um para o outro, pois a moral pode ser um entendimento de uma sociedade ou de um único indivíduo.

Márion Renken disse...

Sim, apesar da "massa" entender que determinada atitude ou prática seja honesta, cada indivíduo irá analisar em particular, e formar sua opinião sobre o assunto, sendo que pode entender o inverso da opnião da maioria.

Trata-se apenas da relevância que o assunto tem na sociedade. Por exemplo, doação de órgãos. Como regra, temos que seja uma atitude virtuosa a pessoa que se dispõe a doar seus órgãos, porém, determinado grupo religioso entende ser um pecado, e portanto, imoral.

Anônimo disse...

Deveríamos dar mais atenção as coisas pequenas, como devolver o troco que lhe foi passado a mais, ser gentil com o próximo, não comprar produtos pirateados pois isso deixa de gerar riquezas para o país. Aqui no nosso país temos a idéia de levar vantagem em tudo. Se eu furei a fila é porque sou esperto. Se economizei 20 reais pois comprei um monte de cd pirata que gera uma imagem de igual qualidade ao original é porque eu sou esperto. O caminho não é esse. precisamos acordar o Brasil.
dizia Rui Barbosa: “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”.
Cada pessoa tem seu ponto de vista e faz uso dele da melhor forma que entender, porém nem todos dão valor a moral, ética, ao que é virtuoso de verdade.
MARCOS TÚLIO RODRIGUES DE ANDRADE

Anônimo disse...

Acredito que sim... há uma frase que sempre digo: Nem tudo que é bom para mim, pode ser bom para o outro e nem tudo que é bom para o outro, pode ser bom para mim...cabe a cada pessoa, saber o que é certo perante a sociedade, e como nosso colega Marcos nos colocou..."cada pessoa tem seu ponto de vista, e faz dele da melhor que entender..." Academica Daniele Petris

Elias disse...

Sim. Imagine a seguinte situação, você em um dialogo com um conhecido, e este entra no assunto de atos ilegais,e logo diz "eu não compro nada pirata, nem mesmo um cd,não pelo fato da qualidade inferior, mas sim por isso ser ilegal", pergunto, o que pensaria sobre esta afirmativa?
apoiaria ou não a opinião exposta?

Anônimo disse...

acredito que sim , pois a ética e moral variam muito de pessoa , para pessoa , pois depende muito de sua visão do mundo em que vive, alem de suas crenças pessoais e noção de valores que ela construiu durante toda sua vida .
Embora a maioria das pessoas respeite aquilo que a maioria considera certo ou errado do ponto de vista etico e moral , não significa que seja realmente correto ou não, apenas significa que aquele ensinamento esta profundamento enraizado na sociedade . ppois o ser humano esta acustumado a fazer aquilo que todos fazem pois é condicionado para tal desde pequeno.

Anônimo disse...

acredito que sim , pois a ética e moral variam muito de pessoa , para pessoa , pois depende muito de sua visão do mundo em que vive, alem de suas crenças pessoais e noção de valores que ela construiu durante toda sua vida .
Embora a maioria das pessoas respeite aquilo que a maioria considera certo ou errado do ponto de vista etico e moral , não significa que seja realmente correto ou não, apenas significa que aquele ensinamento esta profundamento enraizado na sociedade . ppois o ser humano esta acustumado a fazer aquilo que todos fazem pois é condicionado para tal desde pequeno.

Fabio da silva

FabioSilva disse...

acredito que sim , pois a ética e moral variam muito de pessoa , para pessoa , pois depende muito de sua visão do mundo em que vive, alem de suas crenças pessoais e noção de valores que ela construiu durante toda sua vida .
Embora a maioria das pessoas respeite aquilo que a maioria considera certo ou errado do ponto de vista etico e moral , não significa que seja realmente correto ou não, apenas significa que aquele ensinamento esta profundamento enraizado na sociedade . ppois o ser humano esta acustumado a fazer aquilo que todos fazem pois é condicionado para tal desde pequeno.