Bacafá

Bacafá

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Índio não é gente...

"Índio não é gente. Índio é índio e devemos aceitar isso."

Essa brilhante frase ouvi de um jornalista da TV Record SC (RIC, talvez) hoje pela manhã ao comentar o assunto da postagem abaixo (trabalho escravo de indígenas).

Pior, disse que aprendeu isso com a professora de Direito Civil dele!!

Se índio não é gente, é o que? Animal, vegetal ou mineral?

3 comentários:

Janaína Elias Chiaradia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janaína Elias Chiaradia disse...

Vergonhoso acreditar que existem pessoas com esse pensamento...

Paulo César Nascimento disse...

Raphael: índio às vezes é tratado como gente, outras como mula, outras ainda como panda. Eu sou a favor da inclusão do índio (subsídios para estudar e se capacitar profissionalmente) e do fim do protecionismo. Um planejamento para que se integre à vida civil brasileira, com direito à liberdade religiosa, festividades culturais, etc. Hoje em dia os índios vivem numa ambigüidade e numa crise de identidade que os leva a quererem o melhor de dois mundos. ipod e tacape, vacina e pajelança, quarup e copa do mundo... Aí dá aquele problema de quando eles vendem a maconha que plantam pro branco, quando o cacique estupra uma não-índia, etc. Aquele papo do "bom selvagem" do Rousseau não é bem a realidade. Índios são gente como nós, com o que temos de melhor e de pior.