Bacafá

Bacafá

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Zilda Arns

Se cada cidadão fizesse parte do que d. Zilda Arns fez em sua vida, o mundo seria, sem qualquer sombra de dúvida, um lugar muito melhor para se morar.

Se os políticos tivessem um pouco mais de vergonha na cara (não quero generalizar, mas infelizmente têm se destacado aqueles que não honram a palavra política - politikós e politeía) e trabalhassem em prol da sociedade e com o mesmo afinco que d. Zilda Arns, não veríamos crianças subnutridas e nem idosos em filas intermináveis de qualquer coisa. Não veríamos hospitais e escolas sucateados. Não veríamos corruptos rindo da nossa cara de maneira deslavada.

Se as pessoas se colocassem no lugar das outras, se as pessoas não quisessem tudo ao mesmo tempo - e às vezes o que é dos outros -, se as pessoas se preocupassem mais em alcançar o equilíbrio do que simplesmente a fortuna financeira, creio que d. Zilda Arns seria um pouco mais feliz (embora eu acredite piamente que ela fazia tudo com muita alegria no coração pelo simples fato de estar ajudando).

Não a conheci pessoalmente, mas ela fez a diferença.

Uma pequena homenagem a essa mulher gigantesca.

2 comentários:

Rafa VAsel disse...

Faço das suas palavras, as minhas. Uma perda e tanto.

Carina disse...

Uma grande perda. Belas palavras, amigo.